Pressão dos trabalhadores faz Petrobrás prorrogar Acordo Coletivo até 31/12

No dia seguinte a FUP ter comunicado à Petrobrás o resultado das assembleias, que aprovaram massivamente o indicativo de greve por tempo indeterminado, caso a empresa insista em retirar direitos da categoria, o RH enviou documento comunicando a prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho até 31 de dezembro. A Transpetro e a Araucária Nitrogenados também prorrogaram o ACT até o final de dezembro.

Mais do que nunca, é fundamental que os petroleiros participem ativamente das mobilizações do dia 30 de novembro, aumentando a pressão sobre os gestores da Petrobrás. A disposição de luta dos trabalhadores é que apontará o tamanho do Acordo Coletivo. Para preservar na íntegra as conquistas da categoria é preciso que os petroleiros deixem claro que, com retirada de direitos, não há acordo.

Fonte: FUP