Nova gestão da Petrobrás faz pouco caso dos problemas dos petroleiros terceirizados

Nesta quinta-feira, 16, ocorreu a reunião da Comissão de Terceirização entre a FUP e a Petrobrás. Na pauta constava uma apresentação sobre o processo de contratação das empresas prestadoras de serviços e um balanço sobre o funcionamento do Fundo Garantidor, que foi criado para evitar os calotes das empresas contratadas aplicados nos trabalhadores.

A partir desta apresentação a FUP iria propor melhorias no processo de contratação da Petrobrás, porém os gerentes responsáveis por estas áreas nem sequer apareceram na reunião demonstrando uma total falta de compromisso com a transparência e a ética na atual gestão.

O atual sistema de contratação de serviços da estatal beneficia empresas aventureiras e penaliza as sérias. Quem paga essa conta são os milhares de petroleiros e petroleiras terceirizadas em todo o país, com redução salarial e calotes das verbas rescisórias.

A FUP e seus sindicatos continuarão buscando melhores condições de trabalho e salários para os petroleiros terceirizados e conclama toda a categoria para  as lutas que virão.

Fonte: FUP